Quarta-feira, 20 de Fevereiro de 2008

Ele não...

 

 

 

Ele não te ama,

Ele não se ama,

Ele não me ama.

Porquê?

Não sei o destino não é justo tantas vezes.

Não sou uma pessoa correcta, se o fosse não ria

cada vez que pensava nele, cada vez que falava com

ele. Se fosse correcta eu não pensava nele, não sorria para ele, não deixava o meu coração bater mais forte quando o via e muito menos deixava uma lágrima cair, por ouvir algo que não gostei de saber. Não estou a ser correcta nem comigo, nem contigo, nem com Deus..., mas minha cara que posso eu fazer se me sinto perdida por aquele sorriso, por aqueles olhares e por o seu toque.

Cada vez que ele me abraça ou me beija ou sorriu e penso em ti, desculpa mas não deixo de pensar como és tola ao ponto de não veres que há muito tempo o perdes-te. Sim ele é teu tens razão, mas é apenas um corpo, sem alma nem coração...

Sei que ele não está a agir correctamente contigo, nem ele nem eu mas quem sou eu para mandar na sua vida, ninguém, nem tu minha cara, nem tu.

Sei que ele gosta de estar comigo, sente-se bem comigo, o que nos envolve não sei é uma atracção tão forte e uma química tão intensa e amor ser á que algum dia ele me vai amar?

Por vezes é melhor nem saber, é melhor viver cada momento com ele como se fosse o último, esquecer que tu existes, que todo o mundo existe e apenas saber que somos apenas nós e o que nos envolve.

Quando ele me abraça bem forte, me beija, sorri ou apenas olha para mim, nesses momentos eu sou feliz, muito feliz, muito. Sinto que com ele nada me pode acontecer, nada me pode atingir, sinto a sua protecção, sinto-me viva acima de tudo e sinto que naqueles momentos quando ele está ao meu lado, naqueles momentos ele é meu só meu e de mais ninguém.

Sou uma doida, mas doida por ele e essa doida gostava que no fundo ele abrisse os olhos e visse que eu tenho muito mais para ele, eu tenho tudo para ele, tudo.

Desculpa não ser correcta para contigo, mas que posso eu fazer se ele confessa que não te ama mais, mas apesar disso não consegue sair dessa rotina, talvez por medo, medo de deitar fora algo que está certo...desculpa se o adoro e não sou capaz de acabar com esta loucura, mas eu sinto-me perdida cada vez que olho no fundo daqueles olhos.

Não sei que sentimento é este que me leva a agir de forma tão incorrecta, de uma forma que nunca pensei agir, mas acredito que com luta e persistência este sentimento se torne mútuo.

 

Beijinhos da Bel

sinto-me:
publicado por Bel às 20:23
link do post | favorito
De Cida a 23 de Fevereiro de 2008 às 20:49
Bel, na vida não tem certo ou errado, a vida está aí para ser vivida, e vivida com muito amor com muita paixão e quando se fala em amor esquecemos a razão, deixamos ser guiados pelo coração. Não tenha medo de viver este amor, não se culpe se você esta ou não correta, VIVA! AME! O AMANHÃ SÓ O TEMPO DIRÁ.
Beijos de boa noite e um ótimo final de semana.
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 


.mais sobre mim

.Fevereiro 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28

.pesquisar

 

.posts recentes

. Noite!

. ...

. De volta

. ...

. ...

. Ele dorme...

. Tristeza... ela vem...

. Um sonho... um momento es...

. Esta...

. Quando se ama...

.Baú dos Segredos

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Julho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

.tags

. todas as tags

.links

Caixa Postal