Terça-feira, 21 de Agosto de 2007

...

 

 

Amor é fogo que arde sem se ver

 

Luís de Camões


Amor é fogo que arde sem se ver;
É ferida que dói e não se sente;
É um contentamento descontente;
É dor que desatina sem doer;

É um não querer mais que bem querer;
É solitário andar por entre a gente;
É nunca contentar-se de contente;
É cuidar que se ganha em se perder;

É querer estar preso por vontade;
É servir a quem vence, o vencedor;
É ter com quem nos mata lealdade.

Mas como causar pode seu favor
Nos corações humanos amizade,
Se tão contrário a si é o mesmo Amor?

                
  
        

publicado por Bel às 20:18
link do post | Deixa aqui o teu sentimento | favorito
|
2 comentários:
De olha_por_mim a 22 de Agosto de 2007 às 15:02
Olá amiga!!!!
Como eu gosto desse poema de Luís de Camões...é lindo...
Beijocas grandes e tem um resto de boa semana
De sonhador a 24 de Agosto de 2007 às 23:55
Olá minha querida amiga!

Sabes que em tempo publiquei durante um mês poemas desse grande senhor da poesia,e claro este estava lá!
Parabens pela escolha,pois tens merito em saber escolher amiga!
Desejo-te um enorme fim de semana com muito amor!
beijinhos
sonho

Deixa o teu mel

.mais sobre mim

.Fevereiro 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28

.pesquisar

 

.posts recentes

. Noite!

. ...

. De volta

. ...

. ...

. Ele dorme...

. Tristeza... ela vem...

. Um sonho... um momento es...

. Esta...

. Quando se ama...

.Baú dos Segredos

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Julho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

.tags

. todas as tags

.links

Caixa Postal