Terça-feira, 31 de Outubro de 2006

Barcelona (Continuação 2)

   Bom a noite parece que passou a correr, dentro de 30 minutos vou estar a fazer a minha frequência, só espero que o meu esforço dei resultados.....! O tempo passa e quando dou por ele já a frequência terminou, posso dizer que me correu maravilhosamente bem, tenho a certeza que vou ter nota máxima.

   Vou para casa com o Juan e a Alicia, almoçamos e vou dar uma volta até à praia, preciso de pensar, tenho que me decidir, ele deu-me tempo para isso. Já tive uma semana sem pensar nisto, uma semana em que consegui estudar para ter uma nota excelente, não tenho mais desculpa.

   A praia faz-me sentir no paraíso , atiro-me para dentro de água, mergulho nado, corro, sinto a água no corpo sinto-me livre, mas não consigo estar a 100%, tal como ele diz também eu mim existe um vazio, sinto a sua falta. Saio da água sento-me na areia, penso em tudo, tudo o que aconteceu antes de vir para cá, tudo o que passamos juntos, o dia da nossa despedida, que não foi despedida não foi nada, o dia em que vim para cá, tudo o que aconteceu, os amigos que fiz, tudo o que vivemos juntos, como eles me acarinharam, me ajudaram a superar a desilusão que ele me deu. Penso em Barcelona, como me sinto cá, como adoro este país, as pessoas de cá, sinto que agora a minha vida, o meu futuro está cá pelo menos por uns aninhos.

   Talvez não sinta tanta falta da família porque todos os dias falamos ao telefone, por email e quase todas as semanas eles me vêem ver, mas mesmo assim sinto tanta falta deles e do resto da família. Sinto falta da Verónica, da Tixa , da Palhinha, de todos aqueles AMIGOS que sempre estiveram ali, quando mais precisei. Cá tenho também amigos espectaculares, amigos de verdade, mas também sei que eles não podem substituir o lugar de ninguém, nem ninguém o deles.

   Não posso mentir, eu amo-o não consigo viver sem ele e agora que ele acordou complicou-me a vida, tornou tudo muito mais difícil de suportar.....agora que sei tudo o que ele sente não consigo pensar claramente, mas também não vou abandonar o meu curso, os meus amigos, o país que me acolheu tão bem, aquele país que sempre me fez brilhar os olhos. Só depois de  me perder, depois de eu sair do país é que me quer, é que morre sem mim..........!!

As lágrimas começam a correr, não consigo controlar-me, tanto que eu lutei esperei dele e não consegui e agora quase ao fim de um ano do meu curso ele volta a entrar na minha vida e desta forma não vai conseguir sair.....! A vida por vezes é tão complicada, que nós não sabemos que escolhas devemos fazer. O Juan diz para eu me guiar pela cabeça e a Alicia diz para eu fazer o melhor para mim.....complicado pois ninguém pode decidir sem ser eu! Por um lado quero ficar cá em Barcelona, quero terminar o curso com as melhores notas de sempre, mas por outro tenho saudades de Portugal, da família, dos amigos, até dos conhecidos ( como é bom atirar a cara daqueles malfeitores que estou numa das melhores universidades do Mundo, gostava de ver a reacção......)!

   Tenho medo de fazer a escolha errada, mas não vou abandonar a Alicia nem o Juan , eles têm feito parte da minha vida durante este ano e espero que façam no mínimo mais quatro anos, quem sabe até podemos trabalhar juntos, iria ser mesmo curtido. Imagino o Juan passava-se com as nossas conversas 24h por dia, passava de psicólogo a maluco, eheh .  Vou dar mais um mergulho e novamente sinto a liberdade da água a correr pelo corpo, as ondas rebentam e o vento lá ao fundo dão uma inspiração e uma paz tremenda, saio a correr da água, visto-me e hasta luego .

   Pego no telemóvel e vou ligar-lhe, vai ser a pior decisão de sempre sei que vai doer, ainda por cima daqui a 1 mês vou passar férias a Portugal, e como vai ser, mas pronto o pessoal tem que aguentar, talvez leve a Alicia e o Juan para conhecerem o meu mundo. Para ficar tudo perfeito, não tenho saldo nem para uma mensagem, bom vou ter de ligar de casa, parece que está tudo contra mim.

   Bom chego a casa e os meus amigos não estão, mas tenho um bilhete do Juan , que diz, "Fui dar uma volta com o Javier , para aliviar a cabeça de tanto estudo. Até logo beijinho"  Bom aproveito o facto de estar sozinha e vou ligar para ele, ao primeiro toque atende logo, até parece que estava à espera que eu liga-se, será???

 - " Sim, quem está a falar?"

 - " Sou eu, não estás a reconhecer-me?"

- " És tu linda, como estás?"

 - "Está tudo mais ou menos e contigo?"

 - " Agora estou perfeitamente bem. nem posso imaginar, à mais de uma semana que estou à espera que me ligues. Mas que número é este?"

- " É da minha casa, fiquei sem saldo no telemóvel. Pois e já era para te ter ligado, mas andei muito mal e tive de ser obrigada a recuperar, porque hoje tive uma frequência muito importante. Agora já podemos resolver o nosso problema.....!"

- " Então e correu bem?"

- " Sim, obrigado por te preocupares, correu super bem, mas também matei-me com estudar, foi dias e noitadas sem fim."

 - " Andas-te mal, por tudo o que falamos? Mas porquê?"

 - " Porque tu nem imaginas o que isso provocou em mim. Eu esperei por isso até ao dia que vim para cá, e nunca aconteceu e ao fim de 8 meses, acordas e lembras-te que eu já não estou ai. Pois é complicado não só par ti, mas também para mim.........."

 - " Eu sei linda, que eu não fui correcto, mas só depois de estar longe é que apercebi o que significava tudo, lembrei-me desde o primeiro dia, como tu sorrias para mim, como olhavas. Perdoa-me, mas eu AMO-TE.....!"

 - " Pois perdou-o não vais resolver as coisas pedindo para eu voltar para ai, pedires para eu deixar o curso, os meus amigos e um sitio onde eu me sinto perfeitamente bem. Perdoa-me mas não posso voltar, é melhor as coisas ficarem assim, não vamos piorar as coisas, está bem?"

 - " Por favor não me faças isso, eu AMO-TE como nunca amei ninguém, não me faças isso."

 - " Por favor, não fiques assim..partes-me o coração. Acredita eu AMO-TE, mas não posso deixar tudo por a nossa relação. Passado um ano não posso".

 - " Ok, tu dizes que não podes, eu aceito e sei que a culpa é minha eu é que fiz o caminho à frente."

 - " Shiuuuu , a culpa não foi de ninguém, talvez tivesse qu ser assim. Olha eu daqui a 1 mês vou passar féria aí e depois falamos com calma e vemos o que isto dá, tá Agora acalma-te pensa e por favor não me ligues porque eu também estou péssima , pois não é isto que eu quero. Pensa bem!"

 - "O que me pedes é muito complicado.  Mas vou pensar."

- "Isso mesmo, como tu me desses-te uma vez, vais ver que vai correr tudo bem. Vá dorme bem e pensa na nossa conversa eu depois volto a ligar-te tá Beijinho bem grande."

 - " Beijinhos muito, muito grandes, pensa em mim e como eu te AMO. Tchau"

   Desliguei o telefone e pensei (eu também te amo, tanto, mas tanto). As lágrimas começaram a tapar-me os olhos e a molhar-me completamente o rosto.

 

 

   Bom ainda não foi desta que acabei de contar a minha história. Estou super cansada hoje foi um dia cheio de aulas, vou descansar amanha é outro dia. Beijocas a todos

publicado por Bel às 21:57
link do post | Deixa aqui o teu sentimento | favorito
|
Segunda-feira, 30 de Outubro de 2006

Barcelona (Continuação)

Hoje acordo mas calma e a cabeça parece que voltou ao lugar.! Tomo o pequeno almoço, vou arrumar os cadernos para a universidade e deparo-me com a Alicia e o Juan preparados e já à minha espera! Vamos juntos para a universidade, concentro-me o máximo nas aulas, divirto-me ao máximo com os meus colegas, riu, canto, brinco, no fundo tento esquecer tudo o que se está a passar..!!

Depois das aulas vou para casa com o Juan e a Alicia, lanchamos e chegou o Javier para estudar para a frequência que temos para a semana...dedico-meao máximo, para conseguir ter boa nota, ficamos até tarde e no fim da noite concluímos que valeu a pena, que obtivemos resultados. O Javier vai para casa e nós vamos para a cama, amanha é sábado e podemos dormir até tarde! Esta noite durmo tranquilamente.......

Acordo já tarde, visto o meu biquíni , o meu fato de treino e vou até à praia..... corro à beira mar, sinto o vento bater-me na cara, escuto o barulho das ondas a rebentar, este sitio ajuda-me a relaxar a sentir-me feliz. Atiro-me a água e nado, até me sentir bem relaxada. Depois disto tudo, regresso para casa, como qualquer coisa e vou estudar, agarro-me aos livros com unhas e dentes e passo o dia todo a estudar, vou dar o meu melhor e conseguir a nota que tanto quero. O Javier vem ter comigo e estudamos juntos até às 3 da manha, pois o Juan e a Alicia tiraram o dia para passear e ir até à praia, mas eu não fui com eles porque tenho que estudar, eles têm mais um dia de avanço que eu. Por falar nisso, tenho ainda um assunto para resolver, mas vai ficar para depois da frequência. Depois disto vou para a cama e durmo que nem um anjo....

Domingo acordo cedo e volto a estudar, mas desta vez já tenho a companhia do Juan e da Alicia, estudamos até tarde e depois de jantar vamos beber uma água e cama, amanha aulas cedo e este fim de semana foi só noitadas ( a estudar )!

Acordo um pouco stressada depois de amanha é a frequência e eu tenho que ter uma nota  bem alta para ficar bem comigo própria, sei que tenho me esforçado e é só mais um pouco, tenho esperança que vou conseguir. O dia corre super bem entre aulas e o estudo e está noite para não variar vais ser mais uma noitada, pois o tempo está a terminar. O dia corre sem dar-mos por ele a passar e finalmente chega o último dia.

Bem só já tenho hoje para dar a última revisão....bem e parece que chegou a hora de parar, fecho os livros e os cadernos, janto e vou com a Alicia até ao café, beber uma água, para amanha estarmos bem relaxadas e preparadas para ter uma nota brutal. Bem e parece que amanha à tarde, vou resolver o meu problema.

Nota: Bom pessoal, mais uma vez não vou conseguir terminar, vou até ao café com a Alicia ainda não é desta que ficam a conhecer toda a história. Amanha voltarei para o resto. Beijinhos . Buenas noches ....

publicado por Bel às 22:00
link do post | Deixa aqui o teu sentimento | favorito
|
Quinta-feira, 26 de Outubro de 2006

Barcelona (depois de 8 meses, volta.....)

Deitada na areia, a ouvir o barulho do mar, as ondas a rebentar e o vento lá ao longe, eu choro, as lágrimas não param, não tenho força para as deter.....sinto-me sem forças, não consigo pensar a minha cabeça parece que vai explodir, a qualquer momento! Estou aqui enquanto os meus amigos estão em casa a estudar para a frequência que temos para a semana, uma das frequências mais importante da minha vida...... não posso continuar assim.........!

Estava eu pronta para começar a estudar com a Alicia e o Juan , quando o telemóvel toca, mas ao olhar para o ecrã fico perplexa , nem posso acreditar, era ele, passado 8 meses sem me dizer nada, estava a ligar-me. Atendi com toda a calma do mundo, falamos e ele disse-me que já estava a trabalhar num sitio muito fixe, tinha tudo o que sempre sonhou, mas que dentro dele existia um grande vazio, o vazio de não me ter. Depois de uma longa conversa ele pediu-me para eu voltar para Portugal, para tentar ser feliz com ele, disse-me que não podia viver mais sem mim.......depois de desligar, as lágrimas começam a correr, saio do quarto e deparo-me com o Juan e a Alicia a olhar muito sérios para mim. Peço para ficar sozinha para pensar e para isso vou até à praia, se precisarem de mim tenho o telemóvel ligado!

Agora aqui neste sitio tento pensar, à 8 meses atrás quando fui falar com ele para lhe pedir ajuda a decidir se devia vir ou não estudar para cá ( Espanha, Barcelona), nesse dia ele disse para eu fazer o que me apetece-se pois não tinha nada a ver comigo, apesar de ser meu amigo a vida era minha e ele não tinha de tomar decisões por mim. Nesse dia fiquei tão mal, nunca esperei que essa fosse a reacção dele......falei com a minha família e nesse mesmo instante liguei para o senhor   Esteban para confirmar a minha ida para Barcelona e além disso apanhei o primeiro avião para cá e nunca mais voltei a Portugal, pois a minha família tem vindo ver-me, mas daqui a 1 mês vou voltar, vou passar lá as minhas férias......! Desde esse dia eu nunca mais o vi, nem falei com ele e agora passado 8 meses, acordou e decidiu que era eu a rapariga da vida dele e para isso ele pede-me para eu abandonar o meu curso, a minha vida e os meus novos amigos e voltar para Portugal para sermos felizes.....mas ele não me pode fazer isto, não tem esse direito!!!

Choro e não me consigo controlar, porque é que isto está a acontecer comigo, porque é que isto não aconteceu à meses atrás , porquê? Penso, e volto a pensar..... não posso abandonar isto tudo, agora quase depois de um ano, o que é que eu faço...........................................adormeço deitada na areia, e coberta de lágrimas !

Acordo passado algum tempo e vejo o Juan junto a mim ele quer saber o que se passa, então falamos:

" - Então como estás?"

" - Mal muito mal."

" - Conta lá, estou aqui para te ouvir, o que se passa?"

" - Ele ligou-me e quer que eu volte porque descobriu que não pode viver sem mim. Tu sabes da história toda e agora diz, ajuda-me o que é que eu faço?

As lágrimas começaram a correr e o Juan abraçou-me com força, transmitindo-me toda a sua força......

" - Calma linda, calma, vamos até casa, tomas um duche comes e vais para a cama. Amanha vais acordar com a cabeça no lugar, calminha, vamos para a universidade, VAIS ESTUDAR PARA A FREQUÊNCIA......, e depois falas com ele e vais fazer o que a cabeça te mandar, porque o coração pode acabar com a tua vida profissional."

" - Está, acho que tens razão..........mas eu não aguento, porque será que isto aconteceu agora que estava tudo tão bem. ( Volto a perder o controlo e desato a chorar)

O Juan pegou na minha mão e fomos até casa. À nossa espera estava a Alicia quase desesperada, sem saber o que se estava a passar........assim que entramos em casa ela corre para mim como uma louca e olha-me fixamente nos olhos e pede para eu deitar cá para fora o que se passa. Falamos de tudo o que se passa e eu começo a ficar mais relaxada, como uma comida bem leve e tomo um banho relaxante e cama. Amanha será um dia mais calmo para eu pensar no que vou fazer à minha vida.

(Continua, hoje não tive tempo de acabar, vou dormir, porque amanha tenho aulas cedo.)

 

 

Sábado, 21 de Outubro de 2006

Amor verdadeiro....

   Depois de mais um dia sem saber o que fazer, ela vestiu o seu sobretudo, agarrou no guarda chuva e saiu sem rumo! Lá fora a chuva caia com intensidade e o vento teimava em não se calar,mas mesmo assim ela saiu sem ter ideia de onde iria parar aquele passeio! 

   Andou,durante mais algum tempo e deu por si a virar para a estrada oeste, mais alguns passos e estava em frente á porta dele...tocou à campainha e do outro lado ouviu uma voz meiga e meio ensonda: "quem está?", sou eu, posso entrar?" ," claro sobe que eu vou abrir ".

   Ela subiu! Cada passo que dava sentia-se cada vez mais nervosa, seria que ele ficaria contente por a ver assim de repente? O rosto dele iluminou-se ao vê-la, notava-se à distancia a sua felicidade! Ela olhou timidamente para ele e ao ver o seu rosto, os seus olhos começaram a brilhar de felicidade.

   Ele abraçou-a e deu-lhe um beijo caloroso e super apaixonado, queria que ela fosse dele para sempre, sem ter de partilha-lá com mais ninguém!

  - Será que te vim incomodar?

  - Como podes dizer isso, linda, estava à espera desta visita à horas.

  - Fiquei com medo de estares ocupado, não conseguia estar em casa e sai, então quando dei por mim, estava a caminha da tua casa.

  - Era o teu coração a encamihar-te para o local onde tu desejas estar.

 - Acho que sim, tenho feito os possiveis, mas ele teima em querer-te, e afinal de contas eu não posso fugir, pois eu quero-te como tu me queres. Acho que já não dá para fugir.

 - Já falamos, Amor e eu não sou como ele e tu melhor que ninguém sabes disso. Eu Amo-te e não farei nada que te possa magoar, percebes.

 - Eu sei e pensei muito em tudo o que se passou, também te Amo e quero ficar contigo para sempre.

 - Amo-te como nunca amei ninguém........

   Deram um beijo muito apaixonado, caindo nos braços um do outro ao som da chuva, como ela  sonhará com aquele momento, como ela confiava nele.

De repente a luz apagou-se, devido aos relampagos enormes que se ouviam lá fora ela abraçou-se a ele com tanta força!

 - Não me digas que estás com medo, disse-lhe a rir

 - Não gozes comigo sabes perfeitamente como tenho medo do escuro!

 - É verdade amor, tu és aquela pessoa que eu amo e que morre de medo de estar no escuro.

 - Imagina que eu não estava cá, o que farias. Hum aposto que correrias ao telefone para a mamã te proteger.

 - Sabes como gosto dela, mas acho que poderia correr para os braços fortes do homem que amo. 

 - E será que eu o conheço?

 - Acho que não, mas eu um dia apresento-te.

 - Dessa não me vou esquecer.

 - Claro está combinado

  Então deitou-a no chão e caiu em cima dela, protegendo-a com todo o seu corpo e dando-lhe o calor dos seus lábios! Despiu-a calmamente como se tivesse todo o tempo do mundo, beijou-a , acariciou-a e fez amor com ela pela primeira vez, com calma e sem pressa de  nada....

Foi estranho para ele, mas ao mesmo tempo tão bom, pois sentiu como se ambos fossem um só ser...algo de que apenas os apaixonados de verdade falavam. Mas senti-lo era perfeitamente divino, algo que não tinha palavras para ser descrito.

 Mas ela também o sentiu e descobriu que tinha feito amor pela primeira vez, algo que os amantes sentiam e mais ninguém. Ela necessitava saber se ele também o tinha sentido e teve vontade de partilhar com ele.......

 Descobriram que afinal, não estavam enganados, afinal eles agora era apenas um só! Aquele acto só serviu para perceberem que jamais poderiam separar-se. Necessitavam um do outro e voltaram e repetir, até perderem as forças e mesmo antes de cair no sono ela disse:

 - "Nunca mais terei medo do escuro"

 Ele riu-se e beijou-a apaixonadamente, agora sabia que jamais iria perde-la e adormeceram nos braços um do outro.

 

 

.mais sobre mim

.Fevereiro 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28

.pesquisar

 

.posts recentes

. Noite!

. ...

. De volta

. ...

. ...

. Ele dorme...

. Tristeza... ela vem...

. Um sonho... um momento es...

. Esta...

. Quando se ama...

.Baú dos Segredos

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Julho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

.tags

. todas as tags

.links

Caixa Postal