Sexta-feira, 15 de Junho de 2007

E está é para ti...

 

Passaram 7 anos e ainda parece que foi ontem que eu cheguei ai, cheia de medo, nervosa, num sitio completamente novo, onde não conhecia praticamente ninguém. Rapidamente tudo mudou, as amizades surgiram, as aulas corriam às mil maravilhas e as notas subiam e das minhas amizades fui escolhendo as que mais confiança me davam.

E tu foste uma delas em muito pouco tempo tornaste-te a minha melhor amiga, uma confidente a 100%, uma companheira de todas as horas, uma amiga que sabe ouvir e sabe aconselhar, que sabe rir, chorar, sabe ficar em silêncio quando é necessário, sabe o que quero dizer apenas com um olhar e sabe fazer-me mudar de ideias como estou virada para outro lado. Uma amiga que já me obrigou a comer, já me meteu comida à força na boca, em momentos complicados, momentos de perda de alguém que eu pensava que era muito importante e especial. Uma amiga que riu muito e chorou muito comigo, que me deu muita força, coragem, conselhos, opiniões, uma amiga que me chegou a atender o telefone às 3hoo  da manhã, simplesmente porque eu necessitava de ajuda, num momento de medo e desespero completo. Foram 7 anos a partilhar tantas histórias, a chatear-te com as minhas paixões, os meus desatinos, os meus receios, lágrimas, alegrias, chamadas, abraços, sorrisos, mas estes 7 anos só serviram para a amizade se tornar cada dia mais forte, mais verdadeira, para te tornares numa Irmã, sim uma irmã.

Esta semana tivemos que nos despedir, nunca mais vamos conviver no dia-a-dia, como fazíamos até agora, mas posso garantir-te que não vai ser a distância que vai acabar com a nossa amizade, forte como uma rocha.

Digo-te ainda com as lágrimas nos olhos, que vou sentir muito a tua falta, vou ter tantas saudades tuas, das nossas conversas e dos teus conselhos, agora quem me vai dar aqueles conselhos...!

Mas não me esqueço da tua promessa...de ir comer bolos à tua casa nova com o teu Nando , os bolos do vosso casamento. Do fundo da minha alma espero que sejam muito, mas mesmo muito felizes os dois, até que a morte os separe, porque tu és uma rapariga espectacular e mereces toda a felicidade do Universo.

Só para terminar... quando tiveres filhos, lembra-te de mim eu adorava ser madrinha de um...!

Beijinhos, cheios de saudades, desta maluca.

Bel

publicado por Bel às 18:17
link do post | Deixa aqui o teu sentimento | favorito
|
1 comentário:
De Secreta a 19 de Junho de 2007 às 10:17
Existem amizades que não conseguimos "controlar", que são essenciais para o nosso bem estar. Pessoas pelas quais temos um carinho tão grande que vivem sempre no nosso pensamento e no nosso coração.
Nessas amizades , não existe distãncia que consiga afectar esses sentires!
Beijito.
(P/s : está um bocadinho dificil de ler este post.)

Deixa o teu mel

.mais sobre mim

.Fevereiro 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28

.pesquisar

 

.posts recentes

. Noite!

. ...

. De volta

. ...

. ...

. Ele dorme...

. Tristeza... ela vem...

. Um sonho... um momento es...

. Esta...

. Quando se ama...

.Baú dos Segredos

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Julho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

.tags

. todas as tags

.links

Caixa Postal