Sábado, 26 de Maio de 2007

...

" Às vezes gostava de ser o mar, ter aquela força que ninguém consegue travar...gostava de poder tocar na lua e pedir-lhe para ser tua...gostava de saber cantar para te encantar.

   Ainda oiço o som das ondas a rebentarem, no dia da minha partida, ainda oiço as tuas gargalhadas, como se estivesses a rir daquela maneira neste preciso momento e já passou uma semana. Sinto os teu lábios tão perto dos meus, quase, mesmo quase a tocarem-se e por milímetros não se tocaram, como o destino por vezes é cruel.

   São duas da manhã e não consigo dormir, a minha sorte é que amanhã é sábado e posso dormir o dia todo se me apetecer. Não sais do meu pensamento, por mais que tente não consigo, se fecho os olhos só consigo ver o teu sorriso, se fico quieta a um canto, simplesmente sinto o teu abraço apertado, aquele abraço que tu me davas quando eu estava triste...o abraço que eu esperava ser meu para sempre ".  

 

 Nota: Alguém escreveu isto um dia

publicado por Bel às 20:15
link do post | Deixa aqui o teu sentimento | favorito
|

.mais sobre mim

.Fevereiro 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28

.pesquisar

 

.posts recentes

. Noite!

. ...

. De volta

. ...

. ...

. Ele dorme...

. Tristeza... ela vem...

. Um sonho... um momento es...

. Esta...

. Quando se ama...

.Baú dos Segredos

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Julho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

.tags

. todas as tags

.links

Caixa Postal